Rio dos Sinos, Estrada Viva - Exposição Grupo Arte 15 - Junho 2010 - Galeria Arte 15/SL

 

O Vale dos Sinos é assim denominado devido à sua localização geográfica às margens do Sinos. Nossa sobrevivência depende do mesmo. Somos tão dependentes de sua água quanto do ar que respiramos, econômica e socialmente. Não poderíamos imaginar nossa vida sem a sua existência. Dele retiramos o alimento, energia, transporte, lazer.
Entretanto, torna-se necessária uma reflexão sobre o assunto. Se o mesmo nos traz tantos benefícios, por que viramos as costas para ele? Por que esquecemos a beleza de suas margens, a pureza de suas águas nas nascentes, os seres que o habitam, e o tratamos tão mal? Será que acreditamos que ele será eterno, que sempre encontrará uma maneira de se recompor? Se a vida das cidades é possível devido à utilização de sua água, não seria lógico devolvê-la da mesma forma como a tomamos de seu leito, sem os detritos resultantes do seu uso?
Estas e outras questões, como os crimes ambientais localizados, resultando as recentes mortandades de peixes, exigem uma profunda reflexão sobre o assunto e ações que modifiquem nossa postura e relação com o nosso Sinos.
Preservar o que existe, recuperar o que é possível, lamentar o irremediável: este é nosso legado e missão em relação às futuras gerações.
VOLTA